Uncategorized 1 Comment »

meu
amor
invisível
quem
não
quero
te
ver?

Um novo tempo – especial pra Beta!

Uncategorized No Comments »

Meu professor de canto solfejando!

Uncategorized No Comments »

Lego

Uncategorized No Comments »

Sou
O
Mesmo
Sempre
Diferente

Sou
O
Diferente
Sempre
O
Mesmo

Sou
Sempre
Mesmo
O
O

O
Sou
O
Mesmo
Sempre

Sempre
Mesmo
O
Sou
O

Os pingos nos i’s

Uncategorized No Comments »

.| .. || … | | |
i!i!i!
./././ \.\.\.
_. _. . _ _ . _.._
!!!!!!
iiiiii
.| .. || … | | |
i!i!i!
./././ \.\.\.
_. _. . _ _ . _.._
!!!!!!
iiiiii

Sísifo

sin

Uncategorized No Comments »

sin amor,
sin dolor,
sin nada

* angelucky

o Balzac

Uncategorized 4 Comments »

” A razão é sempre mesquinha comparada ao sentimento; uma é naturalmente limitada, como tudo o que é positivo, enquanto o outro é infinito. Raciocinar, quando é preciso sentir, é próprio das almas sem relevo.”

Honoré de Balzac

fonte: http://2.gp/ckve

cautela

Uncategorized 1 Comment »

com dois pés atrás
basta um soprão
pra ir pro chão

Baci

Uncategorized 4 Comments »

1 – “O amor é como uma borboleta agarra-lo forte demais e o esmagarás, agarra-lo frouxamente e se escapará.” n. 02 (Anônimo)

2 – “O amor nada dá senão de si próprio e nada recebe senão de si próprio.” n. 147 K. Gibran

3 – “Un cuore che ama è sempre giovane.” n. 23 provérbio grego

4 – “Na vida um amigo é como a água no deserto” n.72 (Anônimo)

5 – “Um verdadeiro amigo nao consigue não fazer-te ser ninguém …se não tu mesmo.”n. 73 (Anônimo)

6 – “O amor que economiza nunca é verdadeiro amor” n. 133 (H. de Balzac)

7 – “O riso nos rejuvenece. O amor nos embeleza” n. 22 (Provérbio finlandese)

8 – “O amor não faz girar o mundo. O amor é o que faz que o trajeto valha a pena” n. 12 (F.P.Jones)

9 – “Donde estan los amigos, alli está la riqueza” n.51 (Plauto)

Eles têm sido vendidos internacionalmente por mais de 80 anos como símbolo de amor. Os deliciosos bombons recheados de avelã são envoltos em um romântico papel que traz internamente uma mensagem de amor e paixão. O bombom BACI é a mais pura tradução do doce sendo transformado em afeto e amor. Apreciá-lo é como dar gosto à alma e render-se ao beijo.

A história
O tradicional chocolate italiano BACI foi introduzido pela empresa Perugina, fundada em 1907 por Francesco Buitoni, que inicialmente se limitava a produzir amêndoas açucaradas. O famoso e romântico bombom foi resultado do amor entre dois jovens, Luisa Spagnoli, uma confeiteira e esposa de um dos fundadores da empresa, e Giovanni Buitoni, filho de um dos sócios do marido de Luisa, que viviam na cidade medieval de Perugia, na Úmbria, Itália. Ambos mantiveram seu romance em segredo, enquanto Luisa criava chocolates para a tradicional fábrica Perugina. Luisa enviava os chocolates que criava embrulhados com recados e beijos ao seu amado Giovanni, que ocupava o cargo de gerente de inspeção. Passado alguns anos de amor secreto, Luisa faleceu e Giovanni resolveu criar o chocolate BACI, beijo em italiano, em homenagem a sua amada. O bombom era feito de chocolate escuro com recheio de avelã cremoso, e vinha envolto em um romântico papel cheio de notas amorosas secretas, que hoje em dia vem escrita em sete línguas diferentes (italiano, inglês, alemão, francês, grego, espanhol e português).

fonte: Mundo_das_Marcas

WP Theme & Icons by N.Design Studio
Entries RSS Comments RSS Acessar
Creative Commons License
Blogtraquio by Blog is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at www.domine.com.br.